Natal possui uma boa qualidade de vida mas uma inegável escassez de opções de lazer, cultura, ou até mesmo para simples descanso ao ar livre.

Poxa, tantas tantas coisas que existem em outras cidades e que poderíamos ter aqui, não acha? Tenho certeza que todos os natalenses iriam aproveitar muito. Veja algumas abaixo:

Zoológico *

curiozzzo.com-10-coisas-natal-nao-tem-zoologico

A coisa mais básica que uma cidade pode ter é um zoológico, mas não temos um. Poxa, prefeitura… 😦 Não há programa mais legal que ir num final de semana ver girafas, antas, bichos-preguiça, elefantes, tigres/onças, etc. Não é muito o que queremos, é apenas um zoológico.

* Opa e pra quem acha que zoológico é ambiente para maltratar ou aprisionar animais saiba que os zoológicos possuem vários objetivos, dentre os quais estão a pesquisa, a preservação e a educação, sendo que a diversão é o menos relevante.

Assim os zoológicos têm o papel de proteger os animais em vez de explorá-los. O zoológico educa as pessoas fazendo-as conhecer espécies e as ameaças que eles enfrentam.

Visitar um zoológico nos traz muitos ensinamentos sobre o estilo de vida, a alimentação e os costumes de cada bicho. Dá uma olhada nos casos de sucesso dos zoológicos no Brasil e no mundo aqui.


Parques

curiozzzo.com-10-coisas-natal-nao-tem-parques
Porque São Paulo, Curitiba, Fortaleza e outras cidades podem ter parques e Natal não? Só temos o mísero Parque das Dunas (Bosque dos Namorados).

Por que não uns parques legais, com árvores, muitas sombras, lugares para leituras, para tomar sol, para meditar, com quiosques, pistas de bike/skate/patins, lagos grandes e pequenos, chafarizes, praças, e  tudo que temos direito?


Ciclovias

curiozzzo.com-10-coisas-natal-nao-tem-ciclovia

Sabemos que não é um projeto simples esse. Tem que readaptar ruas e avenidas, construir mais vias e calçadas, espremer os carros os ônibus e as motos, reestruturar rotas, reeducar condutores.

Mas os cidadãos dessa cidade entupida de carros poluentes precisam ter novas oportunidades de locomoção casa-trabalho, de quebra ainda terão a manutenção de saúde e do bem estar, então vale a pena o esforço aqui prefeito!


Parque Aquático

curiozzzo.com-10-coisas-natal-nao-tem-parque-aquatico

Eu não quero aqui desmerecer aquele parque lá que vocês já conhecem não, mas precisamos de um parque aquático com mais tobogãs, piscinas de onda e brinquedos interessantes por aqui.

A gente nem queria algo como o Wet’n Wild ou o Beach Park não, bastava um parque médio, organizado e divertido!


Museus

curiozzzo.com-10-coisas-natal-nao-tem-museu

Você conhece algum outro museu interessante que não seja o Câmara Cascudo? Aliás, você já foi ao Câmara Cascudo? Ele mesmo poderia ser maior e mais valorizado.

Queremos ter novas opções, novos e diferentes espaços. Não queremos apenas livros, queremos exposições de achados antigos, quadros e esculturas de artistas da terra, coisas do dia-a-dia da década de 50, 60, 70…,etc,etc,etc. Será mesmo que a história não pode se unir mais com o presente numa amostra criativa e curiosa?
Já que tocamos em cultura, convido você para uma visita ao ICC, já viu?


Boliche

curiozzzo.com-10-coisas-natal-nao-tem-boliche

Deveria ter um boliche na cidade , coisa simples mas bem divertida!


Gostou das idéias do post? Continue lendo…

Anúncios

Escrito por Henrique Araujo

O criador do Curiozzzo é Bacharel em Sistemas de Informação, viciado em internet desde muito cedo, e encontrou na criação de conteúdo uma nova paixão. Criou o blog em 2014 para levar o Rio Grande do Norte (onde vive desde criança) para o mundo de uma forma criativa e diferenciada. Siga-o: instagram.com/henrique.e.araujo

21 comentários

  1. Coisas tão simples… o que mais me faz falta é o boliche. Não custava nada a prefeitura disponibilizar várias ciclovias, o custa é realmente baixo. Conheço 17 das 27 capitais e sinto que moro na pior. Aqui as opções que temos são: praia, restaurante/bar e shopping e acabou.

  2. Eu já ive um bate boca uma vez com um tal Secretario de Turismo da cidade, (pra que serve mesmo isso?), e cobrei dele o porque de Natal não tem um por do sol para a popução na Av. do Contorno ou Rio Bahia, aquela que vem da Ribeira pro Alecrim, onde tem a Pedra do Rosário. Poderiamos ter ali quiosques vendendo tapiocas, e outras coisas, com a população ribeirinha treinada e sendo a responsável pelos quiosques e pela segurança do local, pastoradores de carros treinados da própia poulação local, além de dar emprego e renda para os moradores do local que cidariam de manter o ganha pão deles teriamos a população podendo ir assistir o por do sol num local privilegiado.

    Outro ponto que se perde em Natal é a ponte de ferro do Igapó, que poderia ser um big restaurante panorâmico, um museu ou outra coisa legal e a população ribeirinha também treinada e responsável pelo local para manter a segurança do local etc. Da pra fazer mil coisas ali e aproveitar para revitalizar o local integrando a população.

    Infelizmente se fala das praias de Natal lá fora, só esquecem ou não sabem que Natal praticamente não tem praia para a população já que Ponta Negra hoje é um caos, dos Artistas ao Forte virou um verdadeiro risco a população pela poluição, pelos drogados instalados no local, pela prostituição, pelos assasltos, e a Redinha que nunca teve o merecido respeito das autoridades. As belezas na realidade são de Extremoz pra frente e de Parnamirim pra frente. Natal em si quase não tem nada de turistico. O portico em frente ao praia shopping sumiu, escafedeu-se e é assim que os governantes tratam Natal. Ou com megalomania de Odorico Paraguassu destruindo praças prontinhos para refazer de novo muito mais feia ou criando obras faraonicas sem uso.

    É tão absurdo as loucuras administrativas em Natal que se chega ao ponto de cometer loucuras como a da Bernardo Vieira onde os onibus andam pelo meio da rua, mas quando chega em frente ao MIDWAY vira um verdadeiro pandemônio tendo que fazer um X carros e ônibus brigando para mudar de lado. Tudo isso para imitar Curitiba e até comprar as paradas pelo visto iguais as de la quem sabe da mesma empresa. Só que Curitiba tem avenida super larga. Mesma coisa as centrais de transferências imitação de Curitiba.

    E o elevador instalado na Passarela ao lado da Igreja Universal que ficou como um entulho no meio do caminho. Mas o nosso dinheiro está la jogado ao léu.

    E a cidade da Criança esse sim o maior de todos os absurdos, passou quase 8 anos para voltar a reabrir.

    Como falar de ponto turistico em Natal se as “Autoridades Competentes” brincam de faz de conta com a população?

  3. A culpa é da propria população tbm….aqui o pessoal tem uma mania tão esquisita de cortar arvores…é so andar em natal pra ver que a cidade quase nao tem arvores….e comum ver dono de casa arrancando arvores da calçada…arvores com 20..30 anos…e cultura mesmo, o povo prefere ficar com a cabeça no sol do que recolher as folhas que caem do chao….e claro, se vamos falar de turismo, cultura e entretenimento em natal, temos que falar “basicamente” dê, CARNATAL, CACHAÇA, CHIFRE E FORRÓ…..a porcaria da cultura da cachaça acaba com qualquer cultura, acaba com qualquer povo e os transforma em animais rastejantes..que é o que vemos aqui.

  4. Falando de cultura, falta uma Sala de Concertos, preparada especialmente pra música, como a Sala São Paulo. Tem lugares assim já na Paraíba, em Recife, aqui nada.

Diga o que achou:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s