Você acha que conhece a fauna do Rio Grande do Norte? Bem, talvez não. Veja esses animais incríveis e tire suas próprias conclusões.

ver-maior-lupa-aumentar-foto-expandir Pra ver maior é só clicar encima da foto

Aranha de Prata

post-animais-fauna-rn-aranha-de-jardim

Também conhecida como Aranha de Teia ou Aranha de Jardim. As fotos desta aranha acima foram registradas em matas dos municípios de Monte Alegre e Vila Flor respectivamente. Ela é encontrada comumente na vegetação aberta e em jardins e se alimentam de pequenos insetos que caem na teia. Ela também apresenta glândulas de veneno, sendo o veneno utilizado para paralisar suas presas mas ela é considerada inofensiva para o ser humano, a menos que a pessoa seja alérgica.

 

Carcará

post-animais-fauna-rn-carcara

Essa ave de rapina é encontrada com frequência no Rio Grande do Norte. Popularmente conhecida como Carcará ou Carancho, essa espécie se chama Caracara Plancus, e vive em campos cerrados e bordas de matas, geralmente aos pares. É parcialmente terrestre, anda e corre no chão.

Mariposa Bruxa

post-animais-fauna-rn-mariposa

Esta mariposa é conhecida popularmente como Bruxa e seu nome científico é “Mariposa Ascalapha Odorata”. Esta aí foi fotografada sob uma pedra no município de Monte das Gameleiras. Apesar da aparência meio assustadora, ao contrário do que muita gente pensa ela não faz mal a ninguém.

 

Catita

post-animais-fauna-rn-catita

Esse mamífero marsupial é popularmente conhecido no Rio Grande do Norte por Catita, e cientificamente como Monodelphis domestica. Essa espécie pertence à mesma família do Timbú ou Gambá. Ele é um animal solitário, formando pares apenas para acasalarem e possui hábitos noturnos. Essa espécie apresenta ampla área de distribuição que se estende do litoral nordeste do Brasil ao centro e sudeste da Bolívia e extremo norte da Argentina.

 

Tatuí

post-animais-fauna-rn-tatui

Os tatuís são pequenos crustáceos que são encontrados na zona de arrebentação das praias, onde vivem enterrados na areia apenas mantendo expostas as antenas. Eles são conhecidos como ‘baratas-da-praia’, mas apesar do nome eles não são sujos.

 

Marimbondo Caboclo

post-animais-fauna-rn-marimbondo-caboclo

Conhecido popularmente por Marimbondo, este animal na realidade é uma Vespa social, e seu nome científico é Polistes canadensis. As vespas adultas alimentam-se de líquido do corpo de animais que elas matam, sucos de frutos maduros, outras substâncias açucaradas, e sua ferroada é bem dolorosa. Essa espécie é comum na região Nordeste do Brasil, e pode ser encontrado em praticamente todo o território potiguar.

 

Frango D’água Azul

post-animais-fauna-rn-frango-d-agua-azul

Essa ave é conhecida popularmente como Frango D´água Azul, e seu nome científico é Porphyrio Martinicus, que significa “Galinha do Pântano da Martinica” (ilha americana). No Rio Grande do Norte essa espécie é encontrada em lagoas, pântanos, riachos, rios e açudes de todas as mesorregiões do estado, já tendo sido avistada em São José de Mipibu, Monte Alegre, e até Parnamirim.

 

Casaca-de-couro

post-animais-fauna-rn-casaca-de-couro-passaro

Esse “passarinho” é popularmente conhecido como Casaca-de-couro, Cajaca-de-couro, Cajaca-vermelha, Casacão, João-de-moura, Carrega-madeira-grande e Arrega-madeira-do-sertão, entretanto seu nome científico é Pseudoseisura cristata. Pelo Rio Grande do Norte essa espécie é encontrada nas mesorregiões Agreste Potiguar, Central Potiguar e Oeste Potiguar, principalmente na mesorregião Central, na “Região do Seridó”. Já tendo sido avistada nos municípios de Jucurutu, Parelhas e Acari.

Sempre lembrando que o comércio ilegal de todos esses animais é proibido! Procure preservar a natureza sempre!

Gostou? Clique aqui e siga o Instagram do Curiozzzo.

Fonte: Flora e Fauna do RN

Anúncios

Publicado por Henrique Araujo

O criador do Curiozzzo é Bacharel em Sistemas de Informação, viciado em internet desde muito cedo, e encontrou na criação de conteúdo uma nova paixão. Criou o blog em 2014 para levar o Rio Grande do Norte (onde vive desde criança) para o mundo de uma forma criativa e diferenciada. Siga-o: instagram.com/henrique.e.araujo

Se junte à conversa

15 comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Não entendo como um site como este comete um erro tão grande. O adjetivo “exótico” significa: não originário do país em que ocorre; que não é nativo ou indígena; estrangeiro.
    As espécies citadas são todas nativas da região portanto são nativas e não exóticas.