Os números de um blog potiguar que duplicou de tamanho em 2015

Pois é boyzinhas e galados desta internet maravilhosa que o vestido muda de cor, o que dizer deste blog que é pequeno mas que já cresceu pakas? Me segura que eu preciso expor números!

É muito fodástico pra mim poder estar aqui pra dizer que em 2015 este site de apenas 2 anos de vida chegou à cerca de 1.100.000 visualizações. De 2014 (seu nascimento) pra cá conseguimos duplicar (e um pouco mais) de tamanho, confira você mesmo(a) que não é conversa de falsiane:

Wordpress-Estatistica-2015-pormes

Chegamos à 152 países com apenas 146 artigos publicados no ano. Foram mais de 700.000 leitores parças. Veja o que esta galera mais viu por aqui.

Wordpress-Estatistica-2015-grafico-pormes

Também tem o nosso Facebook com quase 30 mil fãs, o Twitter com mais de 5 mil, e mais ali adiante o Instagram e o Youtube. Ninguém precisou mandar muitos nudes pra se divertir por lá esse ano.

O Franklin, a Clara França, o Marcilio Pinheiro, o Kleber Morais e a Gleyse Vieira foram os leitores que mais comentaram. Um enorme abraço pra cada um, e um muito obrigado pela participação constante. Não meça seus comentários parças!

Neste primeiro ano de vida não fizemos papel de trouxa (não muito) e também participamos de eventos legais como o 1º encontro potiguar sobre Internet e o evento beneficente que uniu blogueiros e vlogueiros de Natal.

Também abrimos para publicidade, conquistando a confiança de agências como Ratts e Ratis e clientes como o Praia Shopping. E fizemos bonito mostrando ótimos resultados. Aprendemos assim que a melhor forma de fazer grandes parcerias para o blog é publicar conteúdo de qualidade.

Que ano!

Fenômeno? Sorte? Não sei, mas você pode ter certeza que a gente trabalhou incansavelmente nesses últimos 365 dias. Investigando, pensando, extraindo, repensando, analisando, repensando, descartando e repensando novamente as ideias, até a cabeça explodir.

E por que, isso? Porque o Curiozzzo é uma iniciativa inédita na internet, que registra grandes acontecimentos da história antiga e moderna do Rio Grande do Norte, exalta seus costumes, e ao mesmo tempo tenta fazer o cenário “Web” potiguar crescer com bom humor e criatividade.

Enfim, demos e continuaremos dando o nosso melhor, porque nossa auto crítica é gigante e queremos melhorar ainda mais. E não acabou não, Jéssica. Em 2016 vamos insanamente tentar triplicar [ou mais, né?] esses resultados.

Obrigado à todos os envolvidos!

 

Anúncios