7 cidades do Rio Grande do Norte com nomes curiosos [inédito]

Depois daqueles 29 bairros de Natal e os significados reais de seus nomes trazemos aqui não só as cidades com os nomes mais curiosos do Rio Grande do Norte inteiro, mas como a origem de seus nomes.

1. Jardim de Piranhas

post-cidades-municipios-rn-origem-nomes-curiosos-jardim-de-piranhas

O nome desse município divertido já foi alvo de algumas piadas na internet.

Ele está localizado na mesorregião Central Potiguar, e de acordo com o censo realizado pelo IBGE no ano 2008, sua população é de 14.139 habitantes.

Segundo o que se conta na cidade no século XIX, dois homens estavam atravessando o Rio Piranhas, que corta a cidade, quando foram atacados por piranhas, eles então teriam visto a imagem de Nossa Senhora dos Aflitos e rezado para ela. Depois do ocorrido as terras da região passaram a ser chamadas de Fazenda Piranhas.

Tempos depois uma mulher muito rica moradora da região chamada Margarida Cardoso Cavalcante doou um terreno para a construção da capela de Nossa Senhora dos Aflitos, surgindo assim um povoado que recebeu o nome de Jardim de Piranhas, por ter surgido na Fazenda Jardim e estar localizado nas margens do Rio Piranhas.

Ah, e quem nasce na cidade é jardinense.

PS: não há informações se os homens sobreviveram ao ataque das piranhas :\

2. Venha-Ver

SONY DSC

O município de Venha-Ver está localizado na mesorregião do Oeste Potiguar, e sua população no censo demográfico de 2014 é de 4.121 habitantes.

Segundo os mais antigos, antigamente havia na localidade um namoro polêmico entre a filha de um fazendeiro e um de seus escravos, que teria causado bastante descontentamento ao pai da moça. Este então, para acabar com o relacionamento e manter sua cria longe do escravo, a mandou para uma outra região do estado.

Algum tempo depois, o fazendeiro foi à procura da filha, e na manhã do dia de sua partida recebeu de uma de suas escravas a informação de que ela estaria novamente em contato com o amado.

O homem não acreditou na informação, por isso, a escrava que havia contado essa história chamou a filha do fazendeiro para comprovar que a informação era verdadeira.

A escrava então, disse-lhe “Venha ver”. Algum tempo depois, esse povoado passaria a se chamar “Venha-Ver”.

Quem nasce na cidade é venha-verense.

3. Pau dos Ferros

????????????????????????????????????

Praça da cidade

Esta é uma das mais importantes cidades da região Oeste Potiguar, com uma popupalão de 29.954 habitantes de acordo com o censo do IBGE de 2015, ela também é conhecida por “Capital do Alto Oeste”, “PDF”, “Princesinha do Oeste”, “Terra da Imaculada Conceição” e “Terra dos Vaqueiros Bravos”.

O nome da cidade vem de uma árvore, mais precisamente de marcas fixadas com ferro em brasa numa oiticica, uma planta de muitas folhas típica da vegetação do sertão semiárido do Nordeste, que, pela sua grande dimensão, oferecia uma farta sombra e servia de local para o repouso dos vaqueiros, que chegavam cansados de longas caminhadas.

Já quem nasce na cidade tem o gentílico de pauferrense.

4. Passa e Fica

post-cidades-municipios-rn-origem-nomes-curiosos-pedra-da-boca-passa-e-fica

Pedra da Boca. A enorme rocha se encontra na Paraíba, porem seu acesso principal é pela cidade de Passa e Fica (RN).

Passa-e-Fica é um município potiguar localizado no Agreste Potiguar, à sudoeste da capital do estado, e sua população foi estimada no ano de 2012 em 11.519 habitantes, pelo IBGE.

Conta-se que no ano de 1929, num lugar desabitado localizado à beira da estrada que liga a cidade de Nova Cruz a Serra de São Bento (RN), um homem chamado Daniel Laureano de Souza construiu sua casa, e assim deu início a um povoado.

Nesta casa que ele montou um pequeno comércio, e passou a bancar jogos e vender aguardente aos que por ali passavam. O pequeno negócio tornou-se conhecido de todos, que ao passarem pela estrada eram atraídos a entrar na bodega e não queriam mais sair.

Com o passar do tempo o pequeno empreendimento de Daniel tomou influência pelas redondezas, dando origem a um pequeno núcleo populacional ao seu redor.

Contam que um dos moradores da área, Antônio Luiz Jorge de Oliveira, conhecido como Antônio Lulu, para justificar o sucesso da bodega, dizia que aquele lugar era um local onde se passa e se fica, e assim surgiu o termo “passa e fica”.

E olha o gentílico de quem nasce em Passa e Fica: passa-fiquense

5. Currais Novos

post-cidades-municipios-rn-origem-nomes-curiosos-praça-currais-novos

Praça Cristo Rei em Currais Novos

Currais Novos (frequentemente referida simplesmente como Currais, ou ainda pela a sigla CN) é um município potiguar localizado na região do Seridó, região central do estado do RN, junto à divisa com o estado da Paraíba. De acordo com o IBGE em 2015 sua população era estimada em 44.887 habitantes, sendo o nono mais populoso de todo o estado do RN.

A cidade de Currais Novos foi colonizada inicialmente por criadores de gado, dentre os quais o mais importante foi Cipriano Lopes Galvão. Ele fixou residência na localidade, e fundou uma fazenda de gado.

Aproveitando as boas pastagens que o Rio São Bento oferecia, o gado de seu rebanho se deslocava até lá para se alimentar e beber, fato que, pela longa distância percorrida, dificultava o trabalho dos seus empregados. Observando isso, Cipriano resolveu construir “currais de pau-a-pique”, com troncos de aroeira, nos quais tirava- se o leite das vacas, adestrava-se os bezerros e marcava-se o restante do gado com o método do ferro moldado e aquecido no fogo.

Após sua morte em 1764, seu filho, o Capitão-Mor Cipriano Lopes Galvão Filho, assumiu os negócios, reformou os currais e investiu cada vez mais no comércio do gado. A localidade foi ficando cada vez mais movimentada, já que era ponto de encontro comercial de várias partes do estado. Todos os tropeiros e viajantes marcavam suas reuniões nos “currais novos do Capitão”, nome pelo qual o crescente povoado passou a ser designado.

A partir de 1813, com a morte do seu dono, mudou-se o nome definitivamente para povoado Currais Novos, nome que persiste até os nossos dias. Ufa!

E quem nasce em Currais Novos é curraisnovense.

6. Itaú

post-cidades-municipios-rn-origem-nomes-curiosos-itau

Entrada da cidade de Itaú (RN)

Sim, existe uma cidade com o mesmo nome do famoso banco no RN, mas calma, ela não foi comprada pela empresa, pelo menos ainda.

Itaú é um município que fica no Oeste Potiguar, e possui 5.850 habitantes de acordo com o sendo do IBGE de 2014. De acordo com historiadores, “Itaú” é um nome derivado da língua Tupi, significando “rio da pedra”, através da junção dos termos itá (pedra) e ‘y (água, rio). Algo mais normal, né?

Quem nasce na cidade tem o gentílico de itauense.

7. São Miguel do Gostoso

post-cidades-municipios-rn-origem-nomes-curiosos-praia-beira-mar-sao-miguel-do-gostoso-smg

Pô do sol à beira mar de São Miguel do Gostoso (RN). Foto: Pires Filho

Este, além de ser um nome curioso, guarda uma história de suas origens tão curiosa quanto.

São Miguel do Gostoso é um município do Leste Potiguar e Polo Costa das Dunas. Segundo o IBGE em 2008, detinha uma população estimada em 9.093 habitantes. O antigo nome do município era São Miguel de Touros.

O nome Gostoso, segundo registros dos moradores mais antigos, vem de um vendedor ambulante morador na localidade que pelo fato de viajar freqüentemente, era considerado um homem bem informado sempre trazendo as notícias de outras regiãoes e as pessoas do povoado aguardando ansiosamente a sua chegada para se atualizarem das novidades.

O fato é que o vendedor era um exímio contador de estórias, sempre acompanhadas de uma risada extremamente gostosa e contagiante. Devido a sua risada característica, o vendedor ficou conhecido por Seu Gostoso, e rapidamente o nome “gostoso” passou a denominar o novo povoamento. Olha só que coisa!

Em 1899, um homem chamado Miguel Félix Martins, um dos primeiros moradores de Gostoso, inaugurou uma igreja em pagamento a uma promessa feita a São Miguel, que passou a ser o padroeiro da comunidade. Com a igreja e a crescente devoção ao santo padroeiro, o povoado foi sendo chamado, naturalmente de São Miguel do Gostoso.

Atualmente é muito comum usarem a sigla “SMG” para se referirem à cidade.

E você tem ideia de como chamam as pessoas que nascem em SMG? Na Wikipédia está gostoense, mas alguns sites falam que é são micaelense do gostoso. Decidam no par ou ímpar 😉

E se você gostou deste post precisa ver também:

Você é capaz de adivinhar alguma destas 26 cidades do RN em forma de emoticons?

3 provas de que você não se lembra mais da origem do nome “Rio Grande do Norte”

Fonte: Gazeta do RN, Cidades do Meu Brasil

Anúncios