6 lugares abandonados de Natal que dão pena de ver

Depois daquele sucesso dos carros abandonados de Natal, trazemos aqui lugares abandonados da cidade, e muitos deles guardam histórias importantes e curiosas.

Pinheiros da Via da Costeira

Este era um antigo clube de uso coletivo de Natal chamado de Vale das Cascatas, criado após a construção da Via Costeira (na época Avenida Beira Mar) de Natal em 1985.

O clube era uma boa atração potiguar. Tinha piscinas, tobogãs, restaurante, banheiros, e provavelmente está na lembrança de muitos moradores da cidade.

Em 2014 a estudante de Arquitetura e Urbanismo da UFRN, Érica Mendes, criou um projeto de monografia para restauração do local, mantendo a área arborizada.

O Governo do Estado apoiou a ideia, e o projeto está em andamento pelo IDEMA (Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente).

Presépio de Candelária

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Natal)

Este prédio se chama Presépio de Candelária. A construção é a mais antiga obra de Oscar Niemeyer na capital potiguar, e está abandonada desde que foi inaugurada, em 2006.

Em 2013 a então governadora Rosalba Ciarlini anunciou que ele seria transformado em Centro Cultural do Banco do Brasil, mas um ano depois, a assessoria de imprensa do Banco do Brasil afirmou que não havia nenhuma previsão de expansão dos Centros Culturais Banco do Brasil em outras cidades, e a revitalização do local não passou de promessa.

Teatro Sandoval Wanderley

O Teatro Municipal Sandoval Wanderley é um pequeno teatro de arena da cidade de Natal. Ele fica na Avenida Presidente Bandeira, no bairro do Alecrim.

Ele foi o segundo tratro a ser construído em Natal, foi no ano de 1962 (o primeiro foi o Teatro Alberto Maranhão, em 1904), e foi palco de muitas apresentações bacanas para crianças e adultos nos anos 90.

O teatro ficou abandonado durante muitos anos, e em 2009 foi interditado por tempo indeterminado pelo Corpo de Bombeiros e Ministério Público por falta de saídas de emergência e acessibilidade.

Em Março de 2017 um empresário paulista anunciou que deseja compra-lo para a construção de um grande shopping no local.

Hotel Reis Magos

O imenso Hotel Internacional dos Reis Magos é um hotel localizado na Praia do Meio, em Natal, que foi inaugurado em 7 de setembro de 1965, com direito a Orquestra de Frevos e tudo mais.

O hotel, que viveu seu auge nos anos 80, foi o primeiro empreendimento turístico de alto padrão do Rio Grande do Norte, e por isso considerado um símbolo do turismo potiguar.

Ao longo do anos ele já foi administrado por várias empresas, ficando mais de 10 anos sem investimentos e acumulando altas dívidas.

Sua revitalização sempre foi vista como de grande impulso ao desenvolvimento turístico da Praia do Meio, porém em 31 de Janeiro de 2017 o MPF (Ministerio Publico Federal) foi favoravel a sua demolição.

Ponte de Igapó

A Ponte de Igapó, localizada no bairro de Igapó, Zona Norte de Natal, era antigamente chamada de Ponte de Ferro.

Ela levou 3 anos para ser construída, sendo inaugurada em 1916. A ponte é considerada a primeira grande obra de Natal, sua função era permitir a passagem de trens, facilitando o transporte entre a Capital e o interior do Rio Grande do Norte, que até então só era possível através de barco.

Embora seja uma estrutura histórica, a obra foi abandonada pelas autoridades, e hoje mais parece um simples amontoado de ferro totalmente enferrujado.

Fortaleza dos Reis Magos

A história chora diante deste descaso. Este enorme patrimônio, talvez o mais importante de toda a história do Rio Grande do Norte, que foi erguido pelos portugueses em 1598 e usado para defender nossa costa de vários ataques de estrangeiros na 1ª Guerra, está praticamente entregue ao abandono há anos.

O marco do começo da cidade do Natal hoje está com infiltrações, ferrugens, mofo, partes quebradas, lodo, entulhos, e vários outros problemas, como mostra esta matéria da Tribuna do Norte:

É… vamos esperar bom senso, respeito e atitude daqueles que podem fazer algo, né? E se gostou curta nossa página lá no Facebook.

Anúncios