3 construções curiosas que “quase” existiram no RN

Pareciam até “fake news”, mas não eram.

Boate com carcaça de avião da VASP em Mossoró

Imagem meramente ilustrativa. Fonte: G1

A empresa VASP fez seu último vôo em 2005. De lá pra cá algumas de suas aeronaves viraram utensílios de cozinha [panelas, por exemplo] e peças para venda na sucata, mas alguns pedaços deles foram usados por restaurantes, playgrounds e boates. Empresários do Brasil inteiro se interessaram em usar o que sobrou dos aviões para os mais criativos destinos. Foi o caso de um mossoroense misterioso, que decidiu usar estas peças para criar uma boate na cidade. Leia a matéria completa aqui.

“Disney Brasileira” em Touros

Imagens originais do projeto do parque

Há uns anos atrás saia a notícia de que um consórcio com empresas brasileiras, espanholas, alemãs e árabes confirmou que pretendia construir o Enerland, uma “espécie de Disney” potiguar brasileira. O parque contaria com 5 parques temáticos, 1 shopping center, 15 montanhas russas, 7 resorts com capacidade para 35 mil pessoas, e laboratórios para novas tecnologias. Um empreendimento faraônico que seria erguido na cidade de Touros (RN) e custaria a bagatela de 7 bilhões de reais. Leia a matéria completa aqui.

Casas fabricadas com garrafa PET [em larga escala]

Imagem meramente ilustrativa. Fonte: G1

Na realidade esse projeto, diferentemente dos outros, saiu do papel, mas não completamente.

O eletricista Antonio Duarte teve a ideia de trocar os tradicionais tijolos por uma estrutura feita a partir das pets.  Estudos em laboratório comprovaram que paredes construídas a partir das garrafas poderiam ser não só tão resistente quanto as paredes de tijolo, como até mais fortes.

Duarte, que já havia construído 4 casas, desejava construir mais 20 e depois, com ajuda da Caixa Econômica Federal, mais várias outras em larga escala. Leia a matéria aqui.

Ufa, ainda bem que a casa no formato de ‘disco voador’ saiu!

Anúncios