10 fotos e curiosidades do “Macahyba Maiden”, famoso avião americano durante a Segunda Guerra em Natal

O “Macahyba Maiden” foi um avião bombardeiro norte-americano do tipo “Consolidated B-24 Liberator”, o avião de maior produção durante a Segunda Guerra Mundial, usado pela maioria dos Aliados.

Ele serviu não só para soltar bombas, mas também para patrulha marítima (o tipo PB4Y) e para transporte pesado (os tipos C-87 e C-109).

Membro da tribulação do “Macahyba Maiden” em foto de 1943. Foto: Sixtant.net

O avião recebeu esse nome porque Macahyba era como os americanos chamavam a cidade de Macaíba, vizinha à Natal, na época uma minúscula cidade perto do campo de pouso de Parnamirim Field, fora dos limites militares.

O prefeito na época até enviou uma carta ao esquadrão para agradecer a homenagem.

Aqui 12 dos 14 tripulantes da aeronave. Foto: Sixtant.net

O 3º em pé a partir da direita é o Tenente William Ford, comandante do “Macahyba”, que mais tarde iria escrever esta aeronave na história.

Inclusive aqui está a foto da tribulação completa:

Foto: Sixtant.net

E aqui a “linha de voô” em Parnamirim Field (ele é o segundo da direita pra esquerda):

Foto: Sixtant.net

A palavra Maiden, que em português significa moça ou donzela, era porque a aeronave nunca havia perdido a “virgindade”, ou seja, abatido nenhuma estrutura inimiga.

O Macahyba patrulhando o Atlântico Sul. Foto: Sixtant.net
Foto: Sixtant.net

E quem pilotava esta belezinha tinha esta visão da cabine:

Foto: Sixtant.net

Foi então que em 05 de Novembro de 1943 o Macahyba Maiden afundou os submarinos conhecidos como U-848 e U-598. E seguem fotos raras do momento dos bombardeios:

Foto: Sixtant.net

 

Foto: Sixtant.net

Foi assim que a donzela passou a não ser mais virgem, e seu nome foi modificado para Macahyba “Madam” (madame).

Se gostou veja vídeo mostra a queda de um caça F5 durante uma apresentação em Parnamirim

Fonte: Sixtant.net, Webkits Plastimodelismo e SP modelismo

🔥304 Visualizações

Henrique Araujo

O criador do Curiozzzo é formado em Sistemas de Informação, já foi dono de startups, administrador de grupos, empresário, mas sempre foi um amante da internet, primeiro como desenvolvedor e depois como produtor de conteúdo, desde a chegada dela no Brasil. Em 2014 criou o blog e encontrou na história e na cultura de onde mora uma nova paixão. Hoje ele leva o Rio Grande do Norte para o mundo de forma respeitosa, criativa, curiosa e única. Siga-o: instagram.com/henrique.e.araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *