O roqueiro potiguar que construiu um castelo no sertão do RN

Foto: Liza Gabrielle

Este na foto é o Castelo di Bivar, erguido sobre uma colina com 310 metros (acima do nível do mar), na pequena cidade de Carnaúba dos Dantas, a 219 km de Natal-RN. Aliás, ele é um dos principais cartões postais de toda a região do Seridó.

E sabe quem o construiu? Um potiguar de 59 anos com enormes cabelos brancos e apreciador de rock chamado José Ronílson Dantas. Ele construiu esta belezura inspirado no filme “El Cid”, de 1961, dirigido por Anthony Mann e com Charlton Heston e Sophia Loren.

Castelo do Filme “El Cid”, inspiração para a construção do Castelo di Bivar

“Sempre sonhei em cursar arquitetura. Fiz o curso técnico de edificações na ETFRN (hoje IFRN), quis construir minha casa, e quando vi esse castelo do filme foi a inspiração para meu sonho arquitetônico que me guiou e me guia até hoje, porque não parei ainda”, conta Ronílson.

O castelo vive constantemente em obra. Sua próxima etapa é ganhar cômodos subterrâneos, mas ele já conta com 20 cômodos distribuídos em quatro torres, sendo a mais alta de 21 metros de altura. Ao todo são 1500 metros quadrados de área construída em 7 hectares de terreno. E haja terreno!

Os cômodos são bem grandes e foram projetados para “proporcionar máximo conforto” ao morador. Ronílson tem 9 filhos, e todos têm quartos à disposição. A morada ainda conta com salas espaçosas e ambientes para lazer, e dizem que a ventilação no interior impressiona.

Torre do Castelo di Bivar (autor desconhecido)

E pasmem! Apesar de toda a grandiosidade da obra, não há absolutamente nenhum rabisco, desenho ou planta referente à sua construção. “Tudo veio da mente. Quando está em período de construção, eu paro, olho, penso e informo minha ideia ao pedreiro. Por isso a área construída ainda está indefinida, porque sempre está em obras. Quando pinta um dinheiro, eu invisto aqui”, diz ele, e completa: “Construí para morar e ainda vou realizar meu propósito no tempo devido”.

Em 2007, a equipe de filmagem do cineasta Moacyr Góes, que passara 1 ano visitando as instalações, solicitou a locação do Castelo para as filmagens do filme “O Homem que Desafiou o Diabo”, do escritor, que também é potiguar, Nei Leandro. O Castelo de Bivar figurou, no filme, como a morada da Mãe de Pantanha. E uma curiosidade: o aluguel custou R$1.000 por dia, num total de 15 dias de locação.

O jornalista Sérgio Vilar foi até o local e aqui está o registro:

E ainda tem mais vídeo sobre as instalações do Castelo:

E sobre um suposto “banheiro secreto”:

Ficou curioso pra visitar? Infelizmente ainda não pode

O Castelo tem acesso exclusivamente particular, só sendo possível contemplá-lo de longe: “quando você abre ao público precisa oferecer estrutura. E não há banheiro para o visitante. Fiz o castelo para morar, mas tomou uma dimensão além desse objetivo. E sei que preciso abrir ao turista. Mas tudo ao seu tempo”, disse Ronílson. Ele pretende inaugurar o Castelo com uma grande festa aos moldes medievais, com todos comendo “galetos com a mão”.

Com conteúdos e informações de Sérgio Vilar para o Papo Cultura

Se gostou compartilhe!

Henrique Araujo

O criador do Curiozzzo é Bacharel em Sistemas de Informação, viciado em internet desde muito cedo, e encontrou na criação de conteúdo uma nova paixão. Criou o blog em 2014 para levar o Rio Grande do Norte (onde vive desde criança) para o mundo de uma forma criativa e diferenciada. Siga-o: instagram.com/henrique.e.araujo

Comente algo