7 pesquisadores da UFRN que estão entre os mais influentes do mundo

Não é de hoje que a UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) nos dá orgulho, né? E agora ela tá de parabéns de novo!

É que em 16 de outubro de 2020 um ranking que elenca os 100 mil cientistas mais influentes da atualidade foi publicado pela revista científica “PLOS Biology”, e nele nada menos que 7 (sete) professores da UFRN aparecem.

A lista, que tem por base uma pesquisa conduzida pela Universidade de Stanford (EUA), liderada por John Loannidis e intitulada “Updated science-wide author databases of standardized citation indicators”, afirma que 600 desses profissionais são de instituições brasileiras, sendo três deles do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET) da UFRN. Que massa né?!

Foto: Cícero Oliveira

A análise da revista científica internacional levou em consideração o impacto dos pesquisadores ao longo da carreira e durante o ano de 2019. Para a pró-reitora de Pesquisa da UFRN, Sibele Pergher, este resultado confirma o que já sabíamos a partir de outros indicadores, que a UFRN produz pesquisa de qualidade internacional.

Quer saber quem são esses “super influencers? São eles:

Carlos Alberto Martinez Huitle

(Instituto de Química)

Madras Viswanathan Gandhi Mohan

(Departamento de Física Teórica e Experimental)

Benjamin Rene Callejas Bedregal

(Departamento de Informática e Matemática Aplicada)

Flavio Bezerra Costa

(Escola de Ciências e Tecnologia)

Adriano Bretanha Lopes Tort

(Instituto do Cérebro)

Farinaldo da Silva Queiroz e Rafael Chaves

(Instituto Internacional de Física)

Parabéns para todos eles e para a UFRN!

Gostou? Veja o dia em que astrônomos potiguares criaram método para encontrar novos planetas e a NASA decidiu usá-lo

🔥76 Visualizações

Henrique Araujo

O criador do Curiozzzo é formado em Sistemas de Informação, já foi dono de startups, administrador de grupos, empresário, mas sempre foi um amante da internet, primeiro como desenvolvedor e depois como produtor de conteúdo, desde a chegada dela no Brasil. Em 2014 criou o blog e encontrou na história e na cultura de onde mora uma nova paixão. Hoje ele leva o Rio Grande do Norte para o mundo de forma respeitosa, criativa, curiosa e única. Siga-o: instagram.com/henrique.e.araujo

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *