4 costumes que os índios Potiguaras conservam até hoje

Os Potiguaras (ou Potiguares) são uma tribo indígena que habita o litoral nordestino desde o século XVI. Dotados de muita inteligência, são o grupo que resistiu por mais tempo aos invasores portugueses na época da colonização do Brasil, tanto por saberem negociar bem, quanto pelo instinto heroico que carregam. Pela forte presença no RN, foram […]

10 expressões que os Potiguares falam quando estão lisos

Você com certeza já usou uma delas!

18 palavras que os natalenses aprenderam com os americanos durante a 2ª Guerra

Você certamente fala várias delas hoje em dia!

20 ditados populares explicados por Câmara Cascudo

Quem nunca usou um ditado popular brasileiro, tentou explicá-lo mas não conseguiu?

Os ditados populares são uma parte importante do linguajar de uma cultura, e descobrir a origem destas expressões nunca foi tarefa fácil.

Muitas vezes ocorrem expressões tão estranhas e sem sentido, mas que são muito importantes para a nossa cultura popular.

O escritor potiguar Luís da Câmara Cascudo, maior folclorista brasileiro até hoje, estudou a origem de vários ditos populares, e aqui está o que ele encontrou.

30 segundos em vídeo inédito da base militar americana em Natal durante a 2ª Guerra

Em 2014 publicamos aqui no Curiozzzo várias fotos desconhecidas da maioria das pessoas da base militar americana criada em Natal durante a 2ª Guerra Mundial.

Falamos da Guerra porque ela e permitiu que o desenvolvimento chegasse à uma capital ainda provinciana, cuja população era de cerca de apenas 55 mil habitantes, e fez mudanças profundas na sua sociedade.

Um aeroporto com uma média de 200 voos diários, avenidas asfaltadas e a Base Naval do Alecrim foram marcas importantes do período.

Mas, outras coisas menos relevantes, contudo muito apreciadas, também surgiram com a presença dos soldados americanos.

Por exemplo: Natal foi a primeira cidade brasileira a ter a Coca-cola, o ketchup, os óculos de aviador e a calças jeans. Os natalenses também adicionaram ao idioma nativo expressões da língua inglesa, como o ‘ok’ e o ‘bye-bye’.

Assista este vídeo tendo em mente que ele é um pequeno, porém valioso, registro daquele período de transformação épico!